Pular para o conteúdo principal

PEQME: A menina dos olhos de pitomba

Estava no ônibus. Tinha pego o de 16h30 só pra não ter que ir com o motorista lento das 17h00. Havia umas cinco pessoas no máximo. Uma garota com a farda do GGE, um com a farda da Uninassau e outro com a farda da IFPE. As outras pessoas estavam sem farda, portanto presumi que todas já trabalhavam. Mas nada disso realmente interessa. 
Tirei meu livro da bolsa, coloquei meu óculos e minha expressão de séria. 
Eu estava concentrada, tentando estudar e gravar todas as atualidades e conhecimentos gerais, assunto pelo qual tenho mais desamor. 
"[...] o desenvolvimento tecnológico e, consequentemente, elevar a capacidade de produção. São inovações dessa etapa: a transformação do ferro em aço, mais barato e resistente; a ampliação das ferrovias e a invenção do automóvel e do avião; o desenvolvimento dos meios de comunicação, como o telégrafo e o telefone; entre outras".
Lia um trecho sobre a 2ª Revolução Industrial. 
Olhei de relance para a rua quando me deparei com uma garotinha dos olhos de pitomba, de pele morena com o cabelo curto cacheado preso, ela estava com sua cabeça escorada na janela de outro ônibus e olhava diretamente pra mim séria. Desviei o olhar, mas voltei a olha-la curiosa. O que será que ela quer? Dei-lhe um tímido sorriso e voltei para meu estudo. Voltei a olhá-la parar ver qual foi sua reação. Lá estava ela, com um sorriso me encarando. Dei-lhe um enorme sorriso, rindo da situação. Ela fez o mesmo e os ônibus se afastaram.
Eu sabia que não a veria mais. Mas dei-lhe o que ela tanto queria.
Tudo que a menina dos olhos de pitomba queria era um pouquinho de atenção.
Entenda sobre o que se trata o Projeto PEQME clicando aqui.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FanPage: As crônicas de Wesley

"Um baiano inocente em um mundo pervertido contando crônicas baseadas em fatos quase reais." Wesley é um jovem desenhista talentoso que estuda eletromecânica na IFBA. Na sua fanpageAs Crônicas de Wesley, ele conta relatos da rotina de adolescentes, ou mini-jovens, como os denomina. Confira as melhores:


Clique na imagem para ampliar sua visualização.
E ainda tem muita tirinha engraçada lá, conheça todas. Estão no Facebook e no Twitter. ;)

Inspiração de decoração para bookaholics

Acredito que todos bookaholics - viciados em livros - têm muitos desejos em comum. Um deles é ter um lugar especial para os seus livros preferidos, um pequeno santuário para guardar e conhecer outros mundos. Você gosta de ler? Já imaginou como seria seu cantinho? Apesar de eu apoiar livros digitais (dar um descanso pras árvores é bom, né?), eu ainda tenho aquela necessidade estranha de cheirar as páginas dos livros, de ter o livro em minhas mãos, sabe? E, por causa disso, eu espero que num futuro próximo eu tenha meu próprio santuário com meus livros favoritos (apenas os favoritos). Com a ajuda do google e do pinterest escolhi algumas imagens que representam bem (exageradamente bem) como eu quero ele seja. Envolva-se e imagine-se em cada um desses lugares lindos:








Curtiu? Você também fica feito boba sonhando sobre como será tua própria casa? Sou louca pra que esse dia chegue na minha vida. Inclusive já está tudo planejado na minha mente, só falta o dinheiro pra tudo acontecer (risos)…

Fontes de caligrafia pra amar e baixar!

Para compensar um pouco minha ausência no blog eu gostaria de compartilhar um vício meu: Eu adoro colecionar fontes. Você também? O site dafont é ótimo. As fontes são de diversos tipos e sempre há novidades. O tema que mais considero popular no momento são as fontes de caligrafia. Quase todo blogueiro está usando fontes como esta acima para criar sua imagem de cabeçalho. O maior exemplo desta "modinha" entre blogueiros é o design atual do blog Depois dos Quinze que, por sinal, está muito lindo. São cinco fontes que escolhi especialmente. Acesse os links abaixo para baixá-las:

Lisbon ScriptAngelique ma douce ColombeJellyka Saint-Andrew's QueenJane AustenMagnolia Liiab Barbosa, dono do Cheguei Aos Dezoito, que sugeriu este post. Espero que tenha gostado, Liiab!
E aí? Você gostou das fontes? Quer que eu indique mais fontes e sites? Até a próxima!